terça-feira, 5 de fevereiro de 2008

Córdoba


Depois de Segovia e Toledo, que são duas cidades super parecidas, ontem tive a deliciosa experiência de conhecer um pedacinho da Andaluzia. Tudo que bem que foi uma visita relâmpago, uma amostra (paga) mas deu para perceber que as regiões aqui são realmente diferentes umas das outras.

Córdoba está cheia de referências árabes, principalmente na arquitetura. Não percebi nada na cultura, nem na religião. Não vi muçulmanos. Acho que é mais na história mesmo. Passei por uma casa de chá árabe incrível com os narguilés, mas sozinha não tive coragem de me entorpecer! A Mezquita é uma coisa inexplicável, inacreditável! Já foi mesquita, catedral e é o monumento islâmico mais importante no ocidente. Tem 850 arcos que dão uma ilusão de ótica impressionante! Não dá para descrever. Um paraíso para fotografar (se eu tivesse um tripé comigo...)

A cidade é cheia de pés de laranja por todos os lados (parece que Sevilha também então deve ser uma característica da região). O cheiro no Patio de las Naranjas, na Mesquita, é bom demais! Queria levar um pouco para vocês sentirem mas ainda não inventaram foto com cheiro...

Me perdi por aquelas ruazinhas estreitas, com suas casinhas brancas. Me perdi literalmente! Não tinha mapa... Começei a seguir um grupinho de turistas franceses mas já estava ficando chato porque não dava para disfarçar que era isso que eu estava fazendo. As ruas eram bem vazias e quando eu passava por eles fazia cara de "olha eu aqui de novo... que coincidência...". A tonta aqui só foi pegar um mapa quando chegou na estação para pegar o trem de volta para Madrid. Para levar de recuerdo e ver por onde me enfiei!

Por sinal quem é que escolhe a trilha sonora de estação de trem??? Dá vontade de se jogar nos trilhos e deixar o trem passar em cima! Marcha fúnebre...

2 comentários:

Dgão disse...

Eu sabia q vc iria adorar não só a mesquita mas toda a cidade,as ruazinhas tão charmosas.
As fotos estão d+.
bj

Gastón disse...

Cordoba eu fiquei na vontade. Conheci Sevilla. Se tiver outra chance, vale um tempo por aquelas bandas.

(que bela trip vc fez, heim?)