sexta-feira, 10 de abril de 2009

"I will always love you"


Escrever sobre a minha irmã é a coisa mais fácil e mais difícil ao mesmo tempo...

Minha irmã mais velha. Maria Eduarda. Dada. Dudinha. Só 2 anos a mais. Ariana. Alta. Linda. Brava. Carinhosa. Minha melhor amiga. Sem sombra de dúvidas. Daquelas que a gente briga e fala a verdade, sem ter medo do que vai ouvir de volta. Daquelas que a gente conta tudo e leva bronca, quando tem que levar.

Mas não foi sempre assim. Tem aquela fase em que 2 anos separa uma pirralha de uma pseudo-adulta e era como ela me tratava! 14/16, 15/17... Me dedurou quando fiz coisa errada. Me excluía de assuntos de adolescente. Tinha segredos e códigos na agenda que eu bem tentava ler escondido. Não brincava mais comigo. Normal...

Quando ela veio morar no Rio e eu fiquei sozinha, trocávamos cartinhas de saudade, ela me contando como era tudo por aqui, as novidades, os programas que ela fazia... A gente teve até uma música nessa época "I will always love you" da Whitney Houston. Não podia ouvir que caía no choro (e acabei de colocar aqui para lembrar e advinha?? chorando...). Até que chegou a minha vez de vir pro Rio.

Moramos juntas durante uns 4 anos - parte no quarto e sala da Rua da Matriz, parte no dois quartos da Vinícius. Uma época que não sei quem era mais difícil: eu ou ela! Cheias de personalidade, qualquer coisa era motivo de briga! Mas foi ali que amadurecemos juntas e nos escaldamos para a vida. Sei que já éramos amigas, e apesar de todos os barracos, ela sempre me levava com as amigas dela para o People, El Turfe, Gattopardo. Nos divertíamos pra caramba!

Saí dali pra casar e voltei da lua de mel com um CD da Marisa Monte me esperando com um bilhetinho falando da música "Amor I love you". Uns 2 anos depois foi a vez dela casar... A noiva mais linda e feliz que já vi (muito mais do que eu!) e eu amo o amor deles.

Fiquei doente, me separei. Fiquei feliz, sofri de amor. E ela sempre do meu lado, nunca me julgou. Sempre me defendeu como uma mãe. Minha irmã sai correndo de onde estiver se eu precisar dela. Seja para conversar, para chorar, para cuidar da minha dor de cabeça ou dor de barriga. Me dá colo sempre que eu preciso.

Sempre passamos reveillon juntas e, independente de onde vamos estar, o importante é estar com ela! Me dá sorte para o ano que começa! No ano passado viajamos juntas para NY, só nós duas... um sonho realizado! (Essa foto aí em cima é da viagem)

A gente malhava juntas, fazia unha juntas, um monte de programas de mulherzinha mesmo. Mas o personal nos abandonou, a manicure trocou de salão e deixei de estar com essa menina o tanto quanto eu gostaria! Mesmo ela morando há uns 2 km da minha casa!

Mas cada uma tem a sua vida, seu trabalho, seus programas e esses encontrinhos tem ficado mais raros, e eu sinto falta. Mas tenho certeza que a gente pensa uma na outra todo dia!

E hoje ela me fez rir e chorar. Rir de lembrar de várias histórias impublicáveis. Chorar de saudades. Chorar de amor.

Happy Birthday, Sis! I will always love you...

4 comentários:

Sis disse...

obrigada por tudo, minha irmãzinha!! te amo demais!!

Paula Nigro disse...

Irmã é tudo o que há de mais maravilhoso na face da terra. Ainda mais quando a gente se dá bem assim.
Tenho duas e temos ótimas relações, além de sermos todas umas palhaças e fazermos rir umas às outras. Sempre!
Delícia a tua declaração de amor a ela.
Beijos

ANNA disse...

Que delícia deve ser ter uma irmã!
Eu não sei o que é isso, tenho apenas um irmão, que amo de paixão e é o meu ídolo!!!

Pensando bem, se sou tão apaixonada pelo meu irmão, imagina se eu tivesse uma irmã?!

Beijo
urbAnna

Larissa Margulies disse...

ui! (coração apertado - pq entendo perfeitamente esse amor, também tenho minha irmã mais velha que amo demais!) ;*