quarta-feira, 14 de janeiro de 2009

Alívio

Há 2 meses venho me praparando para o dia 15 de janeiro. Uma decisão difícil de ser tomada que seria seguida por uma conversa mais difícil ainda, daquelas que dá dor de barriga só de pensar.

Decidi só me preparar na véspera para evitar essa angústia e embrulho no estômago, apesar de lembrar todos os dias que 15 de janeiro estava chegando.

Por obra do destino e para minha total surpresa (ou susto?) o dia 15 virou dia 14. Errei nas contas e fui surpreendida pelo meu desafio hoje pela manhã. Tremi por uns 15 minutos, zanzei pelos corredores por mais 10, respirei fundo uns 5, tomei coragem e encarei!

E assim, sem me preparar, sem ensaiar na frente do espelho, sem improviso, a conversa correu para o rumo certo, bem compreendida e tranquila.

Me sinto uns 5 quilos mais leve!

6 comentários:

Zagaia disse...

que bom que deu tudo certo... mas sobre o que era essa conversa? nao me deixe curioso... bjo

isaBela araújo silvA disse...

as vezes o anúncio da morte é mais dolorido do que o próprio luto... enfim, me identifiquei, embora nem saiba o assunto... rsrs.
é o tal sofrer de véspera que eu sou campeã, ou melhor, era! era!
kkkk.
que bom que deu certo.

Wilson disse...

ai ai... essa coisa de "zanzar pelos corredores" me pareceu tão familiar... rs

isso tem haver com "gestão de pessoas"... não tem não?

ANNA disse...

Curiosos de plantão: Wilson está certo! Gestão de pessoas! Ossos do ofício...

Jacque disse...

Gerir pessoas nunca é facil! E nao importa o tempo que vc faça isso...rs
Sempre da a mesma sensação!

Parabens por ter se saido bem.

Bjos

Paula Nigro disse...

Xi...
Boiei!