domingo, 15 de fevereiro de 2009

Estupidez sanitária

Eu queria saber quem foi a mente brilhante que inventou a lixeira de banheiro que abre a tampa com pedal!

Certamente foi um homem e que, quando senta no vaso, não usa a lixeira. Joga papel no vaso.

É humanamente impossível pisar no pedal enquanto se está sentada no vaso porque ele sempre está no cantinho ao lado (talvez curupira conseguisse) ou numa distância de pelo menos 1 metro do usuário.

E aí, já passou por isso? Faz o quê? Joga o papel no vaso mesmo ou levanta de calça arriada naquela situação ridícula para alcançar a maldita lixeirinha?

Eu jogo no vaso, xingo quem inventou e quem comprou! Rrrrrr

6 comentários:

Dgão disse...
Este comentário foi removido por um administrador do blog.
Ciça disse...

Concordo plenamente! Eu sempre penso nisso. Aliás, acho que todas as lixeiras "públicas" deveriam ser sem tampa. Mesmo pq é bem nojento vc ter que colocar sua mão no lixinho para abrir e outra, na maioria das vezes fazemos xixi meio em pé, né?! Bem difícil. Ou deixa a tampa sem lixeira ou coloca aquelas que tem sensor...
Ah, e todo banheiro feminino precisa de ganchinho pra pendurar bolsa tbm! E tenho dito!

Ciça disse...

Ops...(...) ou deixa a LIXEIRA SEM TAMPA (...)

Re disse...

Pior mesmo é quando nós ainda fazemos xixi em pé, com calça arreada segurando para a barra não esbarrar no chão e jogar papel no lixinho que tem que pisar na lixeira...

Nós realamente merecemos um presentinho no final.... rs
beijo
Re

isaBela araújo silvA disse...

hehehe.
muito bem observado.

Porradenome disse...

Meninas, vocês reclamam demais. Pior é aguentar banheiro masculino onde você não tem onde pisar, pois o chão está caótico.

Ok, é uma idéia idiota essa do lixinho com pedal, mas o problema é que ele NÃO foi feito para banheiros. Foi feito para outros locais e alguns pulhas utilizam-o dessa forma tonta. Culpa das pessoas que compram lixinhos com pedais para banheiros.