sexta-feira, 24 de agosto de 2007

Cenas do cotidiano

Uma cena me chamou a atenção enquanto estava na fila do caixa do supermercado: na fila ao lado, um carrinho com uma garrafa de Fanta Uva! Meu Deus, alguém compra Fanta Uva!!! E de 2 litros! Só conheço uma pessoa que gosta de Fanta Uva (e que tem gosto duvidoso!). Me lembrei em seguida, da frase muito usada por Miguel Fallabela no finado Sai de Baixo: "Isso é coisa de pobre!".

Foi aí que começei a analisar o dono do carrinho e os outros poucos itens do carrinho. Era um casal super simples, eu diria moradores de rua mas mudei de impressão quando vi o resto das compras que precisaria de pelo menos fogão e geladeira: chá de boldo, maizena, miojo, biscoito de maizena, uma latinha de cerveja, uma lata de sardinha, leite, e um item de luxo: iogurte!
O casal era bem curioso: ela, bem gordinha e sorridente, ele um pouco agitado e desconfiado, olhando para os lados o tempo todo.

Quando o rapaz do caixa perguntou "Cartão Zona Sul?" ele imediatamente sacou o seu cartãozinho amarelo do Banco do Brasil. O caixa insistiu: "Cartão Zona Sul?". O senhorzinho apontou para o ouvido, como se não escutasse bem. O rapaz, mais uma vez, repetiu quase gritando: "Cartão Zona Sul!!!!!!!!" O coitadinho do moço mandou essa: "Fala baixo que eu não escuto direito!" Isso mesmo! Ai, meu Deus...

Eu balancei a cabeça para o menino como que diz "Ele não tem e nem sabe que diabo de cartão é esse... Registra logo essas compras e não ria!" A companheira continuava com o sorriso na cara e um pouco envergonhada, como quem sempre passa por essas situações!

Foi uma cena engraçada e, nesse caso, a Fanta Uva era mesmo coisa de pobre. Saí de lá com a minha Coca Zero e rindo sozinha! Até numa ida ao supermercado, a gente vê que a felicidade de cada um é aquilo que esta ao seu alcance (apesar da Fanta Uva custar o mesmo preço da Coca-Cola!)

Ah! E desculpe se algum leitor gosta de Fanta Uva! Afinal, gosto não se discute! Nada pessoal...

Um comentário:

Sis disse...

Seu cunhado gosta, mas não toma nunca... É tipo "gosto da infância", sabe? Bjs.