sábado, 15 de março de 2008

Criatividade Brasileira

Dou início aqui a série "Criatividade Brasileira". Um registro do que o brasileiro cria, transforma e reinventa para sobreviver, vender mais, ou ganhar vantagem e criar diferenciais (as vezes nem tanto) sobre a concorrência.

Certamente alguns terão registro fotográfico. Não é o caso desse, que dá origem a série, já que eu estava dirigindo e não deu para abrir a bolsa, tirar a câmera, etc! Teria batido e esse post teria outro tema.

Quando eu era criança pequena lá em Barbacena, ops!, em Resende, carro funerário era uma belina ou caravan preta escrito na porta o nome da funerária, e quando cruzava com um, tinha um nervoso misturado com uma curiosidade mórbida de saber se tinha alguém dentro, do que teria morrido, etc.

Pois a criatividade (e a modernidade) transformaram a caravan preta em uma van branca (com ar condicionado, creio eu) com o título de "Translado Póstumo". Chique, não? Demorou para cair a minha ficha do que se tratava. Criativo e sóbrio! Nada mais justo para o último passeio. Poderia chamar também de transfer out - out dessa vida para uma melhor! No Rio, dependendo do trajeto, também caberia last city tour (last but but least!).

Os próprios cemitérios já vem criando novos conceitos, como parques, com jardins, colinas, lagos e pássaros! É muito mais agradável pegar um translado póstumo e ir para o Jardim da Saudade do que um carro funerário preto e parar no São João Batista!

Bom para evitar que as criancinhas pensem bobagem como eu fazia...

2 comentários:

Anônimo disse...

..E Euzinho vou ter que apelar por esa tão conhecida criatividade (jeitinho) brasileira! Imagina que no Bairro Alto travou-se uma concorrência desleal entre alguns bares! Do tipo quase oferecendo bebidas p/ os clientes p/ roubar os meus!! Ainda não sei como reagir mas 4ª feira estou indo p/ Londres e quando retornar, na 2º, com certeza trarei novas idéias!! Sugestões são bem vindas!!! Beijos!!
JC

Vozes de Minha Alma disse...

Anna, veja só, vou falar algo aqui sobre a "criatividade" brasileira.
Será que somos tão criativos assim?
Essa "criatividade" é incentivada a nível cultural também?
Outro dia, falei num blog sobre a FALTA de criatividade dos clubes brasileiros quando se trata de criar escudos, e designe dos uniformes.
Disse que todos querem ter um escudo igual ao do Santos Futebol Clube, todos os clubes copiam camisa com listras preta e branca, e muitos vivem copiando o nome de um outro clube para batizar.
NADA SE CRIA, TUDO SE COPIA NESSE PAÍS...
Veja só Anna, que horror que são as bandeiras estaduais do Brasil.
Cada uma mais horrorosa que a outra.
Parece que quem as criou estava com dor de barriga e foi ao sanitário e sem nenhuma criatividade fez de qualquer jeito...
Ninguém ousa no designe!
Será que criatividade só houve na semana da década de 20 com Osvaldo de Andrade e outros mestres?
Não sei se minha observação fugiu do seu post, mas fica aí registrado que criatividade é diferente de GAMBIARRA e imitação... Aliás, não SOU CONTRA, VOCE SE INSPIRAR NUM TEMA E DESENVOLVER O SEU, CREIO QUE É DIFERENTE.
Mas no quesito GAMBIARRA, os brasileiros são exemplo, infelizmente.
Abraços, bjs.