domingo, 23 de março de 2008

Entre as dores e delícias...

Era para ser só mais um domingo, mas era domingo de páscoa! Um domingo vazio, silencioso, e melancólico. Páscoa, assim como Natal, parece só ter graça com família, com criança. Ovo de chocolate também.

Entres as dores e delícias de viver só, essas datas têm capítulo certo na parte determinada a dor. Existe até um livro exatamente com esse título, que comprei mas não li justamente porque sei de cor quais são as dores e delícias. Eu mesma poderia ter escrito esse livro. Quem deveria ler, é quem não vive só, para compreender um pouquinho do que a gente passa. Acho que as dores são minoria mas existem! É fato!

Até a praia, programa certo de domingo, estava triste, vazia, com alguns poucos casais e famílias. Eu, sozinha, não consegui ficar mais que 40 minutos, boa parte deles com lágrimas escorrendo por baixo dos óculos escuros.

As amigas casadas que ficam com inveja da minha independência, por eu ter decidido 2 dias antes do Carnaval pegar um avião e ir para qualquer lugar do mundo, saibam que, em dias como o de hoje, sou eu quem tenho inveja de vocês, com seus almoços em família, com os ovos de páscoa escondidos para seus filhotes, com um fim de dia feliz, em casa com seu marido.

Nessas datas (além de muitos outros momentos) fico extremamente de saco cheio dessa vida de solteira! Mas não é para ninguém ficar com pena de mim, não!! Pelo amor de Deus!! Amanhã é segunda feira e volta tudo ao normal!

B. & friends, thanks for saving the day! Sis, thanks for the invitation anyway!

Feliz Páscoa para todo mundo!
Foto by Herodato! Confira as fotos incríveis que esse cara faz!! Obrigada por ceder os ovinhos para ilustrar esse post! :)

6 comentários:

Dgão disse...

Nessas horas só os amigos salvam mesmo, mas quando eles podem.
Tem vezes que o que parece certo é mais errado do que o que parece errado.
Tanta gente casada, com marido ou companeiro e companheira e entretanto muito mais sozinho ainda.
Beijo e Muito boa Pascoa

Anônimo disse...

minha páscoa foi mais deprimente... passei sozinho e longe de todo mundo. e para piorar almocei no taco bell (eu tava morto de fome e ainda tinha que fazer um monte de coisas... o maldito taco bell era o único "bistro" próximo)

para compensar fiz um jantar legal para mim mesmo :)

bola pra frente ;-)

rafs

Rodolfo Barreto disse...

De todos os males e coincidências dessa vida, aqui está mais uma:

Li esse desabafo maravilhoso ouvindo Fidelity, da Regina Spektor, que tem tudo a ver com o tema.

Como você consegue ser tão transparente?

Parabéns :)

Gastón disse...

Mas baby, por isso que fizeram os ovos de chocolate.

Anônimo disse...

Triste é quem vive casado e infeliz se sentindo sozinho, mas é covarde e não busca a felicidade...

ANNA disse...

Rafael, Taco Bell? Respira que ja passou!

Rodoldo, R.S.combinou mesmo. Ser transparente eh bom em 90% das vezes. Eh um exercicio acertar quando ser ou nao...

Gasta, nem a Kopenhagen inteira, baby... A Pascoa acaba mas as colorias nops...