domingo, 30 de setembro de 2007

Sobre os últimos consumos

Consumo #1

Antes de ir para Búzios, parei no posto para abastecer o carro. O frentista, como sempre, pediu para abrir a frente para checar a água. Como sempre, trouxe o ferrinho do óleo para me convencer a fazer a troca. Só que dessa vez a cara de desespero dele com o meu óleo me deixou assustada! Como quem deve, sempre teme, eu que não tinha levado o carro para revisão, cai na história dele do quão imprescindível era eu trocar o óleo imediatamente: "Vai demorar só 5 minutos e custa 49,90 o litro." OK, pode trocar então. A prudência falou mais alto.

Enquanto o aparelho esquisito sugava o óleo velho de dentro do meu besourinho, o simpático frentista me avisa que são necessários 4 litros! "O que??? R$ 200,00???" Já que tinha começado o serviço, me conformei...

Enquanto passavam os 5 minutos que na verdade foram uns 15, surge na minha janela um outro cidadão, também simpático, se oferecendo para checar a validade do meu extintor de incêndio. Ai já não temi: "Pode conferir! O carro é novo e certamente vai estar válido."

Eu tinha razão, estava válido porém vazio!!! "Mas como pode ser? Está inclusive lacrado no plástico???" O papo de vendedor ganhou dizendo que tem um precinho especial para quem troca o óleo. E eu mais uma vez cai! Só pedi que parassem de me oferecer qualquer coisa pois estava me sentindo num shopping com várias necessidades e algumas promoções "tentadoras" em pleno posto de gasolina!!!

Meu amigo frentista termina o atendimento dizendo: "Para a senhora nem precisar levar na revisão era só trocar a água (?!?) do radiador!" - Nãããão! Chega!!!

Consumo # 2

Na sexta feira sem ter o que fazer, como relatei no último post, resolvi ir ao shopping trocar umas coisinhas que tinha comprado. Como se as compras fossem preencher o vazio da minha sexta oca, transformei a simples troca em uma compra de 3 vezes o valor que levei!

Sim, foram de impulso e não de necessidade mas meu enxoval de verão esta prontinho! Só falta o sol chegar!

Desde meus tempos de vendedora de loja, filosofava que ao contrário do que a maioria das vendedoras pensam (e elas realmente fazem cara feia quando você entra para uma troca), esse é um momento de vender muito mais do que pensava. Uma oportunidade ímpar de transformar a boleta zerada ou com 15,00 de diferença, na melhor venda do dia.

Dessa vez pratiquei minha teoria e Fabi, minha vendedora oficial ganhou o dia! E quem sabe, bateu a meta! :)

Consumo # 3

Essa foi por necessidade. Não tão necessária já que poderia ter pego emprestada, mas achei que estava na hora de ter a minha própria furadeira!!!

Quando me mudei, há 2 anos atrás, preguei e furei tudo com uma emprestada, mas agora que só tinha uma peça para pendurar (um pano lindo que trouxe de Israel e que virou o quadro da minha sala) resolvi comprar uma. O primeiro lugar que pensei foi a Casa & Vídeo pois naqueles encartes do jornal parece ser o paraíso de ferramentas. Realmente haviam uns 15 tipos, de diversos preços, potência e até sem fio! Mas percebi que já que ia fazer essa aquisição tão importante, precisava na verdade de um kit completo, com brocas e etc. Só a furadeira não ia adiantar muita coisa. E queria que viesse numa malinha bonitinha (coisas de menina!). Não tinha nenhuma que se encaixava no padrão de "furadeira dos meus sonhos". A segunda tentativa foi na Lojas Americanas (a terceira e última seria pegar emprestado de novo).

Lá encontrei o que queria e com a ajuda de um consultor super especial para assuntos masculinos, aprendi até o que era broca de widea! Sim, agora eu tenho um kit furadeira de ultra impacto. Gostaria que o consultor /operador viesse junto com o kit mas não se pode ter tudo o que quer nessa vida...

Um comentário:

dgão disse...

Consultor sempre a postos...só requisitar...